domingo, 13 de junho de 2010

para me encontrar sob as travessas do generoso delta Guaíba




(à Amanda Ruppenthal e Virginia Prux Reginato)



Tu que caminhas nessa seta,
vê as ilhas mais que certas,
abre das margens nevoentas
de teu precioso momento
para me encontrar sob as travessas
do generoso delta Guaíba

Tu que de Mário Quintana
foste leitor e irmão,
segues por puro amor
as nobresas de Caio Fernando
e Érico Veríssimo,
e abres becos e cancelas,
cacheiras rasgas nas serras
das roseiras mais que belas
de Caxias do Sul à Canela

(edu planchêz)

Um comentário:

  1. Virginia Reginato13 de junho de 2010 14:53

    Mais um maravilhoso! Obrigada pela dedicatória, fiquei lisonjeada. Beijos, Virginia

    ResponderExcluir